quinta-feira, abril 23

I'm in here


                                                               I'm in here, Sia.

     Adoro esta música. Desde o primeiro instante em que a ouvi que a adoro. Não precisei de a ouvir do princípio ao fim sequer uma vez... bastaram alguns segundos da sua sonoridade, da letra e da maravilhosa voz da Sia para me apaixonar. Foi como um nó súbito no estômago, no qual se emaranharam as emoções de uma forma tão profunda... que ali ficaram, sem desaparecer ou se soltarem cá para fora, enquanto a música soava.
     É a única música da qual me lembro perfeitamente da primeira vez que a ouvi. Sinto-o como se tivesse sido ontem quando, no entanto, foi há mais de 4 anos. Não sei precisar o dia... talvez tenha sido num dos últimos de Novembro, ou primeiros de Dezembro... mas recordo-me perfeitamente do momento, assim como daquela noite. Numa noite, no meio de tantas outras semelhantes, em que os sentimentos e as emoções andavam especialmente difíceis de controlar.
     Os anos passaram, assim como esses dias, e a música caiu no esquecimento... mas o que sinto ao ouvi-la manteve-se. Exactamente como da primeira vez em que a ouvi: um nó no estômago. E foi de surpresa que tal aconteceu. Estava a ver pela primeira vez Gossip Girl, a minha série preferida, quando de repente a musica começa a passar... e o momento que os produtores escolheram para a passar não poderia ter sido melhor. É o meu eleito, como o melhor da série, e não só pela música. O cenário, o contexto, o diálogo entre as personagens e a música completam-se de uma forma imaculada e profundamente tocante. É um momento completo e repleto de uma aura que acredito ser capaz de não deixar ninguém indiferente, mesmo sem conhecer a história.

   O nó no estômago quando a oiço mantém-se. Sinto-a como se ela me conhecesse melhor do que eu própria me conheço.

"Can't you hear my call?
Are you coming to get me now?
I've been waiting for
You to come rescue me.
I need you to hold
All of the sadness I cannot live with inside of me."


                                                        I'm in here, Sia.
*, Lauz

Sem comentários:

Enviar um comentário